2024-03-25

Páscoa: Cristo, Fertilidade e Coelhos

Páscoa é tempo da ressurreição de Cristo, de fertilidade e de… coelhos?

O mês de abril já cá está, e traz com ele a memória da ressurreição de Cristo.

Esta altura sagrada para os cristãos marca também o momento em que a Natureza se renova, a fertilidade abunda novamente e o fim do inverno é celebrado.

A Páscoa está longe de ser uma invenção católica, bem pelo contrário.

As celebrações dos meses de março e abril já estavam presentes no calendário pagão, quando rituais de fecundidade eram feitos em nome da Deusa Ostara.

Estes ritos eram comumente observados na Europa, e Portugal não foi exceção.

Para assinalar a data, os devotos decoravam ovos e ofereciam-nos às crianças, uma tradição partilhada por diversas culturas espalhadas pelo planeta.

Os mesmos, de acordo com alguns historiadores, simbolizavam o renascimento.

A origem da associação do coelho à Páscoa, embora estranha, segue as mesmas diretrizes.

Representativas da inocência e da castidade, as lebres (ou coelhos) foram sendo associadas à imagem da Virgem Maria, a figura máxima da pureza do Cristianismo.

Além disso, a associação dos animais a esta quadra está também ligada à rapidez e facilidade de reprodução dos mesmos, verificada facilmente pela sua abundância nesta altura.

A imagem do Coelhinho da Páscoa que traz ovos para os miúdos apenas apareceu num texto germânico no século XVII, e ficou desde aí consolidada.

 

***

 

Easter equals the resurrection of Christ, fertility and… bunnies?

The month of April is already here, and with it comes the memory of the resurrection of Jesus Christs.

This sacred time for Christians is also a regenerative time for Nature, when fertility abounds once again and the end of winter is celebrated.

Easter is far from being a catholic invention.

In fact, this time was already part of the pagan calendar, when people performed fertility rituals all over the European continent... under the watchful eye of Goddess Ostara.

Portugal was clearly no exception – to save the date, devotees decorated eggs and offered them to children, a custom that is still observed to this day. Why eggs, you ask? Well, it is said that eggs symbolised rebirth – how fitting!

How bunnies came to be part of the equation is also interesting – these animals are representative of innocence and chastity, and hares were associated with the Virgin Mary, the purest and most innocent figure in Catholicism. Furthermore, rabbits are known for their reproductive speed, which ties in nicely with the fertility theme. The idea of an Easter bunny that bestows eggs upon children is more recent, however – the first recording of such an idea comes from the 17th century, found in a Germanic text.


      38
CLCC - blog


Deixe um Comentário

verificação humana

Contacto

  • Endereço: CLCC, R.D.Maria Luísa, 122, Jardim Gil Eanes, 8500-648 Portimão, Algarve, Portugal

  • Telefone: (+351) 282 430 250

  • Mobile: (+351) 919 231 840

  • Email: geral@clcc.pt

  • Formulário: contacto geral

  • GPS: N:37º14'; W:-8º.53

Siga-nos

Centro de Informação de Consumo do Algarve